Vacinas - Nacional

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, órgão do Ministério da Saúde, recomenda a vacinação contra febre amarela a pessoas que circulam por zonas endêmicas brasileiras como: Acre, Amapá, Amazonas,Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Perguntas Frequentes:

O Brasil exige Certificado Internacional de Vacinação Contra Febre Amarela?

Não. O Certificado Internacional de Vacinação válido contra a Febre Amarela, somente será exigido, conforme a RDC nº. 21 de 21 de março de 2008, para entrada em território nacional de viajantes internacionais procedentes de áreas de ocorrência de Febre Amarela que apresente risco para disseminação internacional. No momento não há nenhuma área apresentando risco de disseminação internacional da doença e, à medida que for estabelecido tal risco, será amplamente divulgado.

 

Onde eu posso tomar a vacina contra a febre amarela?

A vacina contra febre amarela, assim como as demais vacinas dos Calendários Nacionais de Vacinação do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde são oferecidas gratuitamente em qualquer posto de vacinação instalado em diferentes unidades de saúde das Secretarias Municipais e Estaduais de Saúde. Nestes postos o viajante receberá o Cartão Nacional de Vacina, válido em todo território nacional. Ressaltamos que para estar protegido contra febre amarela, o viajante deverá ser vacinado no mínimo dez dias antes de sua viagem.


Qual a validade do Certificado Internacional de Vacinação Contra a Febre Amarela?

A vacina contra febre amarela confere proteção por 10 (dez) anos, após 10 (dez) dias de sua primeira administração. A validade do Certificado e segue esses prazos.

 

Importante:

Verifique com a empresa aérea ou seu agente de viagens (ou órgãos de saúde nacionais) se o lugar de destino é foco de alguma doença e se alguma vacina é exigida, inclusive para fins de documentação comprobatória.